Facebook Blog - Fiquemforma

Perspectiva Sociológica da Procura Desportiva

Lat Machine, Mulher, fit, musculação

O que leva as pessoas a procurar o treino e o que as motiva a escolher as modalidades?

 Factores que influenciam a procura desportiva.
 Fenómeno da urbanização
 Novos usos sociais do corpo
 Combate às novas doenças

A procura desportiva está relacionada com aspectos sociais e culturais.

Portugal tem ainda uma parte significativa de população rural, embora seja uma percentagem muito curta comparada com a década de 80 e 90. A maioria da população vive, hoje, nas cidades. A urbanidade implica alterações dos modos de vida. Enquanto que o modo de vida rural é muito pacifico, muito pouco dependente de horários e deslocações, em que os equipamentos, quando existem encontram-se centrados num só local (pavilhão / campo de futebol) e é lá que a maioria dos Praticantes se desloca.
Vão surgindo com maior ou menor sucesso os grupos informais de corrida. Normalmente estes grupos têm mais sucesso nos meios urbanos, visto que existe sempre um número mínimo mais alargado de atletas que permite manter o grupo nos meses de frio e chuva.

Após a Grécia Antiga, houve um longo período em que importava que tivesse o mais possível tapado, não havia a necessidade filosófica das pessoas afirmarem a sua corporalidade, resultado de uma preponderante influencia religiosa. Só recentemente, depois de um grande interregno, é que “o corpo” “explodiu” como grande afirmação social, isso é notório quer na publicidade, quer no cinema.

Nos meios urbanos a corporalidade é vista de uma forma diferente dos meios rurais, na cidade valoriza-se muito a apresentação do corpo, considera-se que de facto o corpo é um elemento de afirmação social. Esta urbanização da sociedade, obviamente é hoje um aspecto importante da determinação social do sistema de práticas.

Nas grandes cidades as pessoas têm uma maior possibilidade de escolha, desde logo, na sua deslocação diária para o local de trabalho, visto que podem fazer a articulação com o ginásio que fica no caminho. Contudo, nesta altura existe um número cada vez maior de pessoas que quer treinar na rua e em casa, com ou sem prescrição profissional. Os praticantes perceberam que não precisam das máquinas do ginásio para treinar em qualquer nível de intensidade.

Segundo Haumont, há determinados elementos (estilo de vida, filosofia de vida, o facto de viver em meio urbano), que estruturam e determinam a adesão ao exercício físico.

A procura desportiva está também intimamente associada à saúde. Hoje, uma das razões que leva as pessoas a fazer exercício físico é o combate às doenças resultantes do estilo de vida citadino, em que as pessoas comem mal e depressa, fast food e comida de má qualidade.

A procura Desportiva corresponde à oferta Desportiva, a relação entre a procura e a oferta provocou uma mudança das ofertas para que se adequarem às novas procuras. Nos anos 80, a oferta desportiva centrava-se quase exclusivamente no Desporto formal, nos seus vários níveis: a pequena competição, a média, a grande Competição. Nas últimas duas décadas assistimos a uma reconfiguração das ofertas, baseadas nas novas procuras, nos usos sociais do corpo, tendo em conta a nova preocupação com o corpo. Desenvolveram-se ofertas para todos os gostos: ginásios de Fitness, parques naturais, Desportos Radicais, Treino Online, e até Personal Trainers que dão treinos na rua, em condomínios e ao domicílio, como é o nosso caso, a Fiquemforma. A oferta procurou adaptar-se à procura, embora exista um fenómeno novo, a oferta começa a anteceder a procura, o marketing Desportivo oferece produtos Desportivos e estimula a procura desses mesmos produtos.

Haumont refere que o Sistema de Práticas relaciona-se claramente com o Sistema Social.

Em primeiro lugar existe uma minoria activa que escolhe as suas práticas, principalmente em função da partilha de hábitos em função do grupo social em que se está inserido. Existe uma dinâmica social de partilha de códigos culturais, levando o grupo a fazer opções, procuras, para modalidades que lhes assegurem uma partilha de códigos específicos.

A esmagadora maioria de praticantes está focada na prática em si, é influenciada pela publicidade e também pela família e amigos. Estas pessoas não estão preocupadas com códigos sociais.

No caso do Futebol, o Futebol não é apenas o Desporto Praticado há mais tempo no país, é aquele que é obsessivamente mais transmitido pela televisão, pela rádio e pelos jornais, ou seja, há todo um trabalho mediático de informação que faz com que nós dificilmente fujamos à prática do futebol.

Concluindo, a maioria dos praticantes são mais sensibilizados por aquilo que está instituído, por aquilo que é popular, por aquilo que é divulgado e por aquilo que é publicitado.

Alargamento da Procura Desportiva ao longo da idade.

Este alargamento faz com que hoje toda a população sedentária procure a Prática Desportiva. O acesso ao exercício físico deixou de estar limitado à juventude. A actividade física passou a ser procurada por todo o tipo de gerações, em busca da saúde, bem-estar e autonomia. Este aspecto é bastante positivo e veio permitir por em prática a ideia do exercício ao longo da vida.